São Jorge D'Oeste, terça, 21 de maio de 2019 05h : 47m - Paraná - BR

Notícias

Autor: Sidnei

Trabalho de conscientização sobre coleta de recicláveis

Na última quarta-feira, 15, a Escola Municipal Nossa Senhora da Lapa, em São Jorge D’Oeste, recebeu a visita de representantes das secretarias de Urbanismo, Saúde e Agricultura e Meio Ambiente, além de representantes dos catadores de lixo recicláveis, de empresas de tecnologia de informação, da RCS FM para conversar e conscientizar as crianças sobre a destinação correta do lixo reciclável. 
A Prefeitura vem, há alguns meses, trabalhando para dar a correta destinação aos resíduos produzidos pela população e, durante a conversa, os alunos puderam conhecer os projetos que são realizados no município, com destaque para os Ecopontos, que estão instalados no interior para receber lixo reciclável produzido no campo. Já são 16 ecopontos, número que deve ser ampliado nos próximos meses. 
Durante a conversa, foi apresentada a embalagem reutilizável que vai ser entregue em todas as residências do perímetro urbano para facilitar o processo de separação de lixo nas casas. “Estamos buscando, através das crianças, chegar em toda a população. Esses sacos serão disponibilizados para que se coloque o lixo seco para ser coletado e ter a destinação correta”, disse o prefeito Gilmar Paixão (PDT). Um barracão está sendo construído para abrigar a linha de separação de materiais recicláveis e o município já possui os equipamentos que compõe a unidade, além de um caminhão para o recolhimento do resíduo. 
“Ter a comunidade consciente de como agir é o passo fundamental para que a destinação correta dos resíduos sólidos aconteça, tornando assim, o custo menor para o município, reduzindo o gasto dos recursos públicos e contribuindo para minimizar os impactos ambientais. Resíduos sólidos são o problema em questão deste século e, para solucioná-lo, as ações eficazes precisam iniciar localmente”, diz Alexsandro Moacir Agostini, secretário de Agricultura e Meio Ambiente. 
A conversa fez parte também de um concurso promovido pela Engie Brasil Energia S/A que trabalha o tema: “Transformação – transformando a relação das pessoas com a energia” em diversas escolas, inclusive na Nossa Senhora da Lapa. O projeto tem o objetivo de estimular e divulgar ações que favoreçam a transformação do ambiente escolar e do entorno social, visando a sustentabilidade socioambiental e o empreendedorismo social. Dentro dele, estão sendo desenvolvidas ações que vão dar o destino adequado do lixo produzido. 
A roda de conversas teve a fala do secretário de Agricultura, Alexsandro Agostini, que é responsável pela coleta de lixo, além de Paulo Palsikoski, do Departamento de Engenharia e Urbanismo, da enfermeira Fabiana Zwicker, responsável pela Unidade Básica e Coordenadora da Atenção Básica, de Elisângela Correia Reginato proprietária da Virtual Informática, de Marcos Rogério da Rosa, que trabalha com a reciclagem. Eels falaram sobre o destino do lixo orgânico, reciclável, hospitalar e eletrônico, bem como de dicas para contribuir com a preservação do meio ambiente.